Peeling de diamante

O peeling de diamante é um peeling físico, ou seja, utiliza um equipamento próprio para esse fim para promover uma microesfoliação da pele. Entre os principais objetivos do procedimento estão a remoção das células mortas que ficam na camada mais superficial da pele e a estimulação à produção de colágeno.
 
Pode ser usado em qualquer parte do corpo. Além do uso facial (rugas, manchas, poros dilatados), os mais comuns são: rejuvenescimento do colo (amenizando rugas e linhas finas), rejuvenescimento das mãos (melhorando a textura, rugas finas e manchas) e para estrias vermelhas e brancas.
Como é o procedimento
A abrasão e a esfoliação podem ser controladas. Dependendo da finalidade o procedimento é mais ou menos agressivo. Após chegar à clínica o paciente é encaminhado para uma sala especial. Ele é posicionado em uma maca ou cadeira específica e então o profissional
começa uma limpeza cuidadosa da área a ser tratada.
 
Uma ponteira de diamante que fica conectada a um sistema a vácuo passa a ser deslizada sobre a pele da pessoa. Esta ponteira é comprimida contra regiões promovendo a esfoliação.
 
O método é praticamente indolor. Apenas uma leve compressão é sentida. Cada sessão leva em torno de 20 a 30 minutos, dependendo do local tratado e da finalidade. O peeling de diamante é rápido, leve e indolor. São necessárias em média de 5 a 10 sessões para que os resultados sejam satisfatórios.
 
Após o término o indivíduo está apto a continuar o dia como de costume. Não há necessidade de comparecer ao local acompanhado, já que não haverá qualquer forma de sedação ou de anestesia. O resultado tende a ser satisfatório, porém é preciso, mesmo depois de atingido o esperado, continuar com ao menos uma sessão todos os meses.